“Keto flu” – a gripe cetogênica ou low-carb: sintomas e como se livrar dela

A dieta cetogênica ficou conhecida como forma natural de perder peso e melhorar a saúde.

É uma dieta muito baixa em carboidratos, rica em gordura e moderada em proteína.

Embora a dieta seja considerada segura para a maioria das pessoas, ela está associada a alguns efeitos colaterais desagradáveis.

A gripe keto, também chamado de gripe low-carb, é um termo usado por seguidores para descrever os sintomas que eles experimentam quando começam a dieta.

Vamos ver o que é a gripe keto, por que isso acontece e como aliviar seus sintomas.

O que é o Keto Flu?

A gripe cetogênica são sintomas experimentados por algumas pessoas quando iniciam a dieta cetogênica.

Esses sintomas, que podem se assemelhar à uma gripe, são causados ​​pelo fato do corpo ter que se adaptar a uma nova dieta com muito pouco carboidrato.

Reduzir seu consumo de carboidratos força o corpo a queimar corpos cetônicos em vez de glicose.

As cetonas são subprodutos da degradação de gordura e se tornam a principal fonte de energia quando se segue uma dieta cetogênica.

Normalmente, a gordura é reservada como uma fonte de energia secundária para ser usada quando não se tem glicose.

Essa mudança, de queimar gordura para ter energia é chamada cetose. Ocorre durante circunstâncias específicas, incluindo o jejum.

No entanto, a cetose também pode ser alcançada adotando-se uma dieta muito baixa em carboidratos.

Em uma dieta cetogênica, os carboidratos são reduzidos para menos de 50 gramas por dia. Desta forma, o corpo terá menos glicose disponível para transformar em energia.

Essa redução drástica pode ser um choque para o corpo e causar sintomas parecidos como os de abstinência (sim, o açúcar é viciante).

Sintomas

Começar uma dieta muito baixa em carboidratos é uma mudança grande, e seu corpo pode precisar de tempo para se adaptar.

Para algumas pessoas, esse período de transição pode ser difícil.

Sinais da gripe cetogênica podem começar a aparecer nos primeiros dias de dieta.

Os sintomas podem variar de leves a graves e variam de pessoa para pessoa.

Embora algumas pessoas possam fazer a transição para uma dieta cetogênica sem efeitos colaterais, outras podem apresentar um ou mais dos seguintes sintomas:

Náusea

Vômito

Prisão de ventre

Diarréia

Dor de cabeça

Irritabilidade

Fraqueza

Cãibras musculares

Tontura

Falta de concentração

Dor de estômago

Dor muscular

Insônia

Ânsias por açúcar

Estes sintomas são comumente relatados por aqueles que começaram a dieta cetogênica e podem ser angustiantes.

Quando comecei sofri com prisão de ventre, um desejo incontrolável por açúcar e cãibras.

Os sintomas geralmente duram cerca de uma semana, embora algumas pessoas possam experimentá-los por um período maior.

Embora esses efeitos colaterais possam fazer com que algumas pessoas desistam, existem maneiras de reduzi-los.

Como se livrar da Keto flu

A gripe cetogênicapode fazer você se sentir infeliz. Assim como qualquer outra gripe.

Felizmente, existem maneiras de reduzir seus sintomas e ajudar seu corpo a atravessar o período de transição com mais facilidade.

  • Mantenha-se hidratado

Beber bastante água é necessário para sua saúde em geral e também pode ajudar a reduzir os sintomas.

Uma dieta cetogênica  faz com que você elimine rapidamente o excesso de líquido, aumentando o risco de desidratação.

Isso ocorre porque o glicogênio, a forma armazenada de carboidratos, se liga à água no corpo. Quando os carboidratos da dieta são reduzidos, os níveis de glicogênio caem e a água é eliminada do corpo.

Manter-se hidratado pode ajudar com sintomas como fadiga e cãibras musculares.

A reposição de líquidos é importante quando você está com diarréia associada à gripe cetogênica, o que pode causar perda adicional de fluidos.

  • Evite exercícios intensos

Enquanto o exercício é importante para se manter saudável e manter o peso corporal sob controle, exercícios intensos devem ser evitados quando se está com a gripe keto.

Fadiga, cãibras musculares e desconforto estomacal são comuns na primeira semana após uma dieta cetogênica, então pode ser uma boa ideia dar um descanso ao seu corpo.

Atividades como ciclismo intenso, corrida, musculação e qualquer exercício intenso podem ter que ser deixados de lado enquanto o sistema se adapta as novas fontes de energia.

Embora esses tipos de exercício devam ser evitados se você estiver com a gripe keto, atividades leves como caminhada, ioga ou andar de bicicleta podem melhorar os sintomas.

  • Reposição eletrólitos

Repor os eletrólitos da dieta pode ajudar a reduzir os sintomas da gripe cetogênica.

Ao seguir uma dieta cetogênica, os níveis de insulina, um importante hormônio que ajuda o corpo a absorver glicose da corrente sanguínea, diminuem.

Quando os níveis de insulina diminuem, os rins liberam o excesso de sódio do corpo.

Além disso, a dieta cetogênica restringe muitos alimentos ricos em potássio, incluindo frutas, feijões e vegetais ricos em amido.

Obter quantidades adequadas desses nutrientes importantes é uma excelente maneira de se alimentar no período de adaptação da dieta.

Salgar alimentos a gosto e incluir alimentos ricos em potássio, folhas verdes e abacate, é uma excelente maneira de garantir que você mantenha um equilíbrio saudável de eletrólitos.

Esses alimentos também são ricos em magnésio, o que pode ajudar a reduzir cãibras musculares, insônia e dores de cabeça.

  • Tenha uma boa noite de sono

Fadiga e irritabilidade são queixas comuns de pessoas que estão se adaptando a uma dieta cetogênica.

A falta de sono faz com que os níveis de cortisol, o hormônio do estresse, aumentem no corpo, o que pode afetar negativamente o humor e piorar os sintomas da gripe keto.

Se você está tendo dificuldade em pegar no sono ou ter um sono tranquilo, tente uma das seguintes dicas:

Reduza a ingestão de cafeína: A cafeína é um estimulante que pode afetar negativamente o sono. Se você tomar bebidas com cafeína, só o faça de manhã para que seu sono não seja afetado.

Diminua a luz ambiente: Desligue os telefones celulares, computadores e televisões no quarto para criar um ambiente agradável e promover um sono tranquilo.

Tome um banho: Tomar um banho morno antes de dormir é uma ótima maneira de relaxar.

Acorde cedo: Acordar ao mesmo tempo todos os dias e evitar dormir demais pode ajudar a normalizar seu sono e melhorar a qualidade do sono ao longo do tempo.

  • Certifique-se de que você está comendo gordura suficiente (e carboidratos)

A transição para uma dieta muito baixa em carboidratos pode fazer com que você deseje alimentos que são restritos à dieta cetogênica, como biscoitos, pães e massas.

No entanto, comer gordura suficiente, a principal fonte de energia na dieta cetogênica, ajudará a reduzir os desejos e a mantê-lo saciado.

De fato, pesquisas mostram que dietas com pouco carboidrato ajudam a reduzir o desejo por doces e alimentos ricos em carboidratos.

Aqueles que têm dificuldade em se adaptar à dieta cetogênica podem ter que eliminar os carboidratos gradualmente, ao invés de todos de uma só vez.

Lentamente, reduzir os carboidratos, enquanto aumenta a gordura e proteína em sua dieta, pode ajudar a tornar a transição mais suave e diminuir os sintomas da gripe cetogênica.

Para não errar, veja esse cardápio de 147 dias de Keto.

Por que algumas pessoas têm a gripe cetogênica?

As pessoas se adaptam às dietas cetogênicas de maneira diferente. Enquanto algumas podem experimentar semanas de sintomas da gripe, outras podem se adaptar à nova dieta sem efeitos colaterais.

Os sintomas estão ligados a como seu corpo se ajusta a uma nova fonte de energia.

Normalmente, os carboidratos fornecem ao corpo energia na forma de glicose.

Quando os carboidratos são substancialmente reduzidos, o corpo queima cetonas em vez de glicose.

Aqueles que normalmente consomem muitos carboidratos, especialmente carboidratos refinados como macarrão, cereais açucarados e refrigerantes, podem ter mais dificuldade ao iniciar a dieta cetogênica.

Assim, a transição para uma dieta rica em gordura e muito baixa em carboidratos pode ser uma luta para alguns, enquanto outros são capazes de mudar facilmente com pouco ou nenhum sintoma da gripe.

As razões pelas quais algumas pessoas se adaptam a dietas cetogênicas mais facilmente do que outras são desconhecidas, mas acredita-se que a genética, a perda de eletrólitos, a desidratação e a abstinência de carboidratos sejam os principais motivos da gripe cetogênica.

Quanto tempo vai durar?

Felizmente, os sintomas ​​da gripe keto duram apenas cerca de uma semana para a maioria das pessoas.

No entanto, algumas pessoas podem levar mais tempo para se adaptar a essa dieta rica em gordura e baixa em carboidratos.

Para esses indivíduos, os sintomas podem durar várias semanas.

Felizmente, esses sintomas diminuirão gradualmente à medida que seu corpo se acostumar a converter cetonas em energia.

Embora os sintomas da gripe sejam comumente relatados por aqueles que mudam para uma dieta cetogênica, se você estiver se sentindo particularmente mal e apresentar sintomas como diarréia prolongada, febre ou vômitos, é melhor entrar em contato com seu médico para descartar outras causas.

Resumo

A keto flu são sintomas associados a adaptação do corpo a dieta cetogênica.

Náuseas, constipação, dores de cabeça, cansaço e desejo por açúcar são comuns em algumas pessoas que estão se adaptando a uma dieta rica em gordura e pobre em carboidratos.

Manter-se hidratado, repor os eletrólitos, descansar o suficiente e garantir o consumo de quantidades adequadas de gordura e carboidratos são formas de reduzir os sintomas da gripe cetogênica.

3 thoughts to ““Keto flu” – a gripe cetogênica ou low-carb: sintomas e como se livrar dela”

  1. Ótimas dicas, me ajudou bastante, muito obrigada. Estou há meses tentando adaptar minha rotina para ser mais saudável e adepta ao estilo lowcarb.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *